segunda-feira, novembro 12, 2012

Preto e Branco


Assistia a filmes em preto e branco imaginando qual seria a cor de cada elemento: a cor do cabelo de Ingrid Bergman, as luzes dos bares e as cores das tardes em Paris. Já era sua tendência idealista forçando-a a enxergar cores onde não haviam. Ou a imaginar cores mais belas do que elas seriam na realidade. Gostava dessa brincadeira de imaginar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário